Search
Close this search box.

Crise no agro e avanço de rodovias desmancharam ferrovias para passageiros no país

Capítulo derradeiro no transporte foi a não obrigatoriedade de manter rotas para passageiros nas concessões feitas na década de 90

Folha de S. Paulo Com apenas duas linhas regulares de passageiros e uma em processo de implantação, o sistema ferroviário brasileiro se desmanchou após uma forte crise na agricultura, o interesse de governos pela expansão do transporte rodoviário e a não obrigatoriedade de manter rotas para o transporte de pessoas nas privatizações das ferrovias.

O desinteresse brasileiro por ferrovias ocorreu de forma gradativa com o passar das décadas no século passado. Depois de forte expansão com o ciclo cafeeiro na segunda metade do século 19, a quebra da Bolsa de Nova York, em 1929, paralisou investimentos e fez com que companhias ferroviárias sofressem impacto em suas receitas após cafeicultores não conseguirem exportar o café, à época chamado de “ouro verde” no interior paulista.

Leia a matéria completa em FOLHA DE S. PAULO

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2024/03/crise-no-agro-e-avanco-de-rodovias-desmancharam-ferrovias-para-passageiros-no-pais.shtml?pwgt=klxwigej47v8djwwfo8azhc743nu5ut3lggv5y03nirxd3wi&utm_source=whatsapp&utm_medium=social&utm_campaign=compwagift

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Últimas notícas

Quer ficar bem informado? Inscreva-se na nossa newsletter e receba as informações no seu e-mail.